A açao da comunidade na escola

image

Afinal, o engajamento da comunidade local no projeto educativo das escolas contribui para que esta assuma, junto com cada unidade de ensino, a responsabilidade pelo desenvolvimento integral de sua população, condição necessária para a construção de uma educação voltada para a cidadania, a convivência e os valores democráticos.

Full
Answer

Qual a relação entre a escola e a comunidade?

Por isso, é necessário trazer a comunidade para dentro do cotidiano escolar. Esta é uma tarefa que pede a participação de todos, tanto do lado de fora quanto do lado de dentro da escola. A comunidade escolar, composta pelos pais, professores, alunos, equipe de direção e funcionários precisa criar vínculos com a comunidade externa.

Como a escola pode ser o apoio da comunidade?

Nesse movimento, uma pode ser o apoio da outra. Permitir que escola e comunidade percorram caminhos distintos, pode prejudicar (e até romper) laços importantes e a possibilidade de encontrar um parceiro produtivo e significativo no território. Para isso, a comunidade precisa acreditar na escola que divide o espaço com ela.

Por que a parceria entre escola e comunidade é importante?

Mas é exatamente através de ações simples como essas, que nossa parceria entre escola e comunidade têm ganhado um alicerce poderoso. Afinal, é a partir e da união de propósitos em torno de um objetivo comum que laços importantes também são estreitados e fortalecem as relações interpessoais de amizade, de solidariedade e de respeito.

Por que abrir os eventos da escola para a comunidade?

Abrir os eventos da escola para a comunidade. Para que exista uma verdadeira relação entre escola e comunidade, o espaço escolar pode ser um lugar de convivência no bairro. Abrir os portões para a participação dos moradores nos eventos escolares é uma ação bastante positiva. A equipe pode realizar palestras sobre assuntos relevantes e convidar …

image


Qual é a importância da comunidade na escola?

A importância de escutar a comunidade escolar para retomada das aulas presenciais. No atual cenário da pandemia da Covid19, a comunicação entre a instituição de ensino e a comunidade escolar se tornou primordial para garantir o ensino-aprendizagem dos estudantes e integrar pais, alunos, professores e gestão.


O que a comunidade pode fazer para ajudar a escola?

Além disso, a escola pode criar uma página nas redes sociais e divulgá-la como um canal de comunicação entre a equipe pedagógica, as famílias e os moradores do bairro. A comunidade também pode ser convidada para divulgar seus projetos ou necessidades na escola, em uma relação de diálogo e parceria.


O que podemos fazer para ajudar a comunidade?

5 maneiras de ajudar sua comunidade na quarentenaCompre do pequeno produtor do seu bairro. … Seja parceiro dos trabalhadores autônomos. … Ofereça apoio para os seus vizinhos. … Esteja perto mesmo que à distância. … Faça trabalho voluntário ou colabore com ONGs.


O que podemos fazer para colaborar com a comunidade?

As diferentes formas de ajudar a comunidadecomprar de comerciantes e de produtores locais;colaborar para manter a região limpa;ter empatia, respeito e evitar atitudes preconceituosas e/ou discriminatórias;oferecer ajuda a quem precisa;ensinar e estimular a solidariedade nas crianças;More items…•


Incentivar a participação da família no cotidiano escolar

A parceria com a família é uma ponte para a relação entre escola e comunidade. Muitos alunos moram no bairro, por isso, a participação das famílias abre as portas da escola infantil para a população.


Fazer projetos pedagógicos que envolvam a comunidade

Quando se fala da relação entre escola infantil e comunidade, a responsabilidade social deve ser um dos valores. É importante que a equipe escolar procure conhecer os movimentos sociais do bairro e pensem em formas de colaborar nas suas reivindicações.


Participar de campanhas informativas

A escola infantil pode fazer a diferença no bairro, sendo um canal de compartilhamento de informações importantes. As paredes do prédio podem ser usadas para afixar materiais de campanhas de saúde, educação e outros assuntos relevantes. As famílias que tiverem acesso aos cartazes atuam na divulgação das informações pela comunidade.


Abrir os eventos da escola para a comunidade

Para que exista uma verdadeira relação entre escola e comunidade, o espaço escolar pode ser um lugar de convivência no bairro. Abrir os portões para a participação dos moradores nos eventos escolares é uma ação bastante positiva.


sexta-feira, 13 de junho de 2008

A comunidade onde a escola está inserida tem que ser objeto de estudo e parceria com a instituição escolar, pois o papel da escola é atender os anseios dessa comunidade e isso só é possível se houver conhecimento desse anseios e o meio de adquirir esse conhecimento é a parceria, o trabalho em conjunto, e isso é possível quando a escola e comunidade começam a trabalhar juntas, pois ambas tem o mesmo objetivo que é a educação, pois a escola quer promover o ensino e a comunidade quer um ensino de boa qualidade..


A IMPORTÂNCIA DA COMUNIDADE NA ESCOLA

A comunidade onde a escola está inserida tem que ser objeto de estudo e parceria com a instituição escolar, pois o papel da escola é atender os anseios dessa comunidade e isso só é possível se houver conhecimento desse anseios e o meio de adquirir esse conhecimento é a parceria, o trabalho em conjunto, e isso é possível quando a escola e comunidade começam a trabalhar juntas, pois ambas tem o mesmo objetivo que é a educação, pois a escola quer promover o ensino e a comunidade quer um ensino de boa qualidade..


1. RESUMO

Esta pesquisa tem como direção a participação da comunidade escolar para uma Gestão Democrática de qualidade. Traz consigo informações sobre o que é Gestão Democrática e quais os benefícios para a educação, ressaltando principalmente a influência da participação de todos para seu alcance.


2. CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Atualmente, percebemos uma grande necessidade das escolas em trabalhar coletivamente; não obstante, nota-se que, por mais que existam propostas para democratizar a escola, ainda assim ela tem o diretor como seu responsável último. Assim, surge a necessidade da escola propor formas de participação de seus envolvidos.


3. ADMINISTRAÇÃO GERAL ESCOLAR

Neste capítulo, apresentaremos um breve histórico e uma breve definição da administração geral para, em seguida, apontarmos conceitos relativos à mudança de paradigmas entre administração escolar e a gestão escolar.


4. GESTÃO DEMOCRÁTICA NA ESCOLA: PARTICIPAÇÃO DA COMUNIDADE ESCOLAR

Há alguns anos, a escola tem-se caracterizado por um modelo estático e segmentado, onde não há participação dos seus envolvidos.


5. CONSIDERAÇÕES FINAIS

Ao longo deste trabalho, apontamos a importância do processo de democratização da escola e os caminhos a serem percorridos para realização deste sonho, algo para muitos quase impossível.


Etapa 1: Formação de um Comitê Local a convite da escola

O Comitê Local é uma instância articulada pela escola e que tem por objetivo integrar diferentes atores do território em que está situada para pensar os desafios da escola e elaborar ações e estratégias para melhorá-la.


Etapa 2: Diagnóstico das Práticas Educativas da Escola

A primeira ação a ser realizada pelo Comitê Local deve ser um diagnóstico das práticas educativas da escola. Isso porque a realização do diagnóstico e sua análise permitem o planejamento de ações e estratégias que visam a superação dos desafios educativos locais identificados – que são o objetivo deste grupo.


Etapa 3: Mapeamento das oportunidades educativas do território próximo à escola

A próxima ação a ser realizada pelo Comitê Local será um mapeamento das oportunidades educativas do território. O mapeamento é uma atividade para encontrar espaços e organizações que possam contribuir com a educação, e é também uma ação de mobilização.


Etapa 4: Elaboração do plano de ação para melhoria da educação na escola na perspectiva da integração escola-comunidade

A constituição do Comitê Local e a realização do diagnóstico e do mapeamento já são estratégias que, se bem realizadas, aproximam a escola, as famílias e a comunidade local.


Acompanhamento e avaliação

Por fim, os encontros e ações do Comitê Local devem ser avaliados sistematicamente. Os critérios para tal avaliação devem levar em conta aspectos tais como:


24 anos de história e serviços prestados!

O Colégio da Comunidade foi fundado em 1997, na época com 40 alunos e 10 pessoas na equipe, tendo como mantenedora a Fundação Comunidade da Graça, entidade filantrópica sem fins econômicos, reconhecida de utilidade pública municipal, estadual e federal.


Educação por Princípios

Educação por Princípios é uma filosofia que integra o ensino de qualidade ao desenvolvimento de competências e habilidades na perspectiva cristã e num ambiente de amor e respeito.
Essa filosofia tem por finalidade o desenvolvimento integral da criança.


Educação Infantil ao Ensino Médio!

Nós acreditamos que, o ambiente escolar deve ser um lugar em que a criança se sinta feliz, protegida e amada, assim podemos proporcionar oportunidades adequadas para seu desenvolvimento emocional, intelectual, físico e espiritual.

image

Leave a Comment