A açao de exoneraçao de alimentos

image

Por fim, quanto ao pedido de exoneraà §Ã£o de alimentos, tendo em vista a aquisição da maioridade civil do autor, esta não é automática, e está sujeita a decisão judicial, devendo o alimentante requerer…judicialmente através de AÿÿO DE EXONERAà ¿Ã¿O DE ALIMENTOS, quando será oportunizado ao alimentando comprovar se ainda necessita continuar recebendo os alimentos.Assim, considerando a justificativa…Lavrado o auto de penhora, depósito e avaliação, na mesma oportunidade intime-se o executado e, cuidando-se de constrição de imóvel, o respectivo cà ´ njuge, se casado for.2.3.

Full
Answer


Quando cabe ação de exoneração de alimentos?

Isso pode acontecer em casos onde o alimentando completa 18 anos ou está inserido no mercado de trabalho, tendo assim como sustentar-se sozinho, sem a ajuda dos pais. Ou, também, pode acontecer caso o menor de idade esteja casado ou com emprego fixo, com sustento garantido.


O que é ação de exoneração de alimentos?

A exoneração de alimentos é uma ação judicial que tem por objetivo cessar a obrigação que o alimentante tem de pagar a pensão alimentícia.


Qual a competência da ação de exoneração de alimentos?

b) A competência para a propositura da ação exoneratória é a do domicílio do alimentando, ou seja, daquele que recebe a verba alimentar, nos termos do artigo 53, II, do Código de Processo Civil. Mesmo quando envolver alimentando que atingiu a maioridade.


Quais os requisitos para exoneração de alimentos?

O alimentante deve consultar um advogado para que este proponha uma ação de exoneração de alimentos, devendo comprovar que o alimentado não tenha mais a necessidade de receber o pagamento da pensão. Deve-se comprovar que o filho é capaz de manter-se sozinho, trabalhando, arcando com gastos.


Como é o processo de exoneração?

A exoneração de cargo efetivo ou a dispensa de função pública a pedido é uma forma de vacância e consiste na desinvestidura do cargo ou função, formalizada mediante publicação de ato no Diário Oficial.


O que é um processo de exoneração?

É necessário ingressar com um processo chamado “Exoneração de Alimentos”. Ele será utilizado para que demonstre ao judiciário que o alimentante não mais precisa pagar pensão e que o alimentado possui condições de seguir sua vida normalmente, trabalhando e consequentemente, arcando com seus custos.


Qual artigo trata da exoneração de alimentos?

Institui, nesse sentido, o artigo 1.699, do Código Civil: “Se, fixados os alimentos, sobrevier mudança na situação financeira de quem os supre, ou na de quem os recebe, poderá o interessado reclamar ao juiz, conforme as circunstâncias, exoneração, redução ou majoração do encargo”.


Qual é a classe da ação de exoneração de alimentos?

05 Out, 10:06Código da ClasseDescrição da ClasseDescrição do Assunto156Cumprimento de SentençaAlimentos gravídicosExoneraçãoFixaçãoOferta8 more rows•Oct 5, 2021


Onde deve ser proposta a ação de alimentos?

Segundo norma do art. 53, II, do CPC, o foro competente para se ajuizar a ação de alimentos é o do domicílio ou residência do alimentando, id est, aquele que pede o alimento, o credor. Todavia, o requerente pode, por conveniência, optar pelo foro do domicílio do réu, regra geral, consoante art.


Quem pode pedir exoneração de alimentos?

O pai/mãe deve ingressar necessariamente com uma ação de exoneração de pensão alimentícia, para que o juiz decida se é ou não o caso dessa exoneração. Nesse sentido, a pessoa está agindo de forma errada quando deixa de pagar voluntariamente a pensão ao filho que acabou de completar 18 anos.


Em quais casos não é possível a exoneração de alimentos do filho maior?

É de direito o percebimento de alimentos por filhos maiores de seus genitores, não podendo a exoneração ocorrer automaticamente quando o filho completa 18 anos dependendo de decisão judicial sendo garantido o direito do filho de se manifestar sobre a possibilidade de prover ou não o próprio sustento.


Exoneração de alimentos

Uma das ações mais solicitadas no nosso judiciário é a Ação de Alimentos, o que consequentemente gera implicações contrárias a ela, como é o exempl…


O que é a Exoneração de Alimentos?

A Exoneração de Alimentos, nada mais é, que o fim das obrigações de prestar alimentos. Seria, portanto, o fim do vínculo criado pela Ação de Alimen…


O que gera a Exoneração de Alimentos?

Antes de falar sobre questões litigiosas, falaremos sobre a Ação Consensual de Exoneração de Verba Alimentar, que ocorre quando o alimentado e o al…


O que deve ser provado para solicitar a Exoneração de Alimentos?

Em resumo, que não estão mais presentes os motivos para a prestação da obrigação alimentar. Se fora para um menor incapaz, porque ele se tornara ca…


Pode-se pedir urgência na Exoneração de Alimentos?

Sim. Desde de plenamente demonstrados os fundamentos do pedido (requisitos para a exoneração) e a urgência do pedido, como algum risco na espera pe…


Em que momento posso deixar de pagar a pensão ao meu filho?

Embora o senso comum pregue que esse prazo seja o completar de 18 anos, a obrigação nem sempre cessa nesse ponto, pois o seu filho pode estar cursa…


Quando posso parar de prover a pensão ao ex-cônjuge?

Não há prazo determinado juridicamente, visto que, depende muito do acordo conseguido no divórcio. Entretanto, caso antes do dado período perceba-s…


Como conseguir a Exoneração de Alimentos?

Para conseguir a exoneração de alimentos, o responsável por efetuar o pagamento deve ingressar com uma ação judicial, com o intuito de se exonerar…


E quando devo continuar?

Quando o filho está cursando ensino superior, e não possui condições de arcar com os estudos, é comum que a obrigação de prestar alimentos se estendam até o término da faculdade, ou até no máximo 24 anos de idade.


Como é o processo de exoneração de alimentos?

O alimentante deve consultar um advogado para que este proponha uma ação de exoneração de alimentos, devendo comprovar que o alimentado não tenha mais a necessidade de receber o pagamento da pensão.


Devo juntar provas no processo?

Sim! Para comprovar que o alimentado não mais necessita da pensão, é interessane que o alimentante junte fotos da vida social e testemunhas que comprovem que o alimentado têm condições de se manter sozinho.


Hanna Paula Teixeira

Possui experiência como estagiária em escritórios de advocacia e na distinta Defensoria Pública de São Paulo, sendo a 2ª colocada no concurso para estagiários, para atuação neste órgão, realizando o atendimento aos assistidos, petições e acompanhamento de processos judiciais.


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelos autores. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

image

Leave a Comment