A açao de procedimento ordinário na justiça do trabalho


O que é procedimento ordinário na Justiça do Trabalho?

O rito ordinário destina-se às causas com valor acima de 40 salários mínimos, bem como àquelas em que a Administração Pública direta, autárquica e fundacional atue como parte (nesses casos, independentemente do valor da causa).


Quais são os procedimentos do processo do Trabalho?

Da mesma forma, o processo trabalhista também engloba esses dois tipos de procedimentos, sendo que há o procedimento comum, que na seara trabalhista se divide em ordinário, sumário e sumaríssimo, e o procedimento especial, aquele adotado para as ações especiais previstas na própria CLT (LEITE, 2015).


São características do rito ordinário?

Em suma, as principais características do rito ordinário são: a possibilidade de oitiva de até três testemunhas de cada parte, a possibilidade de produção de prova pericial, a ocorrência, em regra, de audiência inicial e de audiência de prosseguimento, admissibilidade de citação por edital, em caso de reclamado em …


Qual a diferença entre rito ordinário e Sumarissimo trabalhista?

O rito sumaríssimo e do rito ordinário são tipos de procedimentos adotados no processo para julgar processos. O primeiro caso, rito sumaríssimo, é utilizado quando o valor da causa não exceda 40 vezes o salário mínimo vigente, caso contrário será utilizado o rito ordinário.


Quantas testemunhas no rito ordinário trabalhista?

No que toca à quantidade: (i) rito ordinário, máximo de três testemunhas para cada parte, nos termos do art. 821 da CLT;15 (ii) rito sumaríssimo, máximo de suas testemunhas para cada parte¸ conforme art.


O que é procedimento ordinário sumário e Sumarissimo?

O procedimento comum será ordinário, sumário ou sumaríssimo: I – ordinário, quando tiver por objeto crime cuja sanção máxima cominada for igual ou superior a 4 (quatro) anos de pena privativa de liberdade; II – sumário, quando tiver por objeto crime cuja sanção máxima cominada seja inferior a 4 (quatro) anos de pena …


Quanto tempo demora um processo trabalhista rito ordinário?

De acordo com a análise Justiça em Números 2019 do Conselho Nacional da Justiça (CNJ), um processo leva cerca de 2 anos e 4 meses para ser julgado nas varas estaduais. Depois, a fase de execução (que é a hora em que o pagamento acontece) leva ainda mais alguns anos.


Quais as principais diferenças entre os procedimentos ordinário e sumaríssimo no âmbito do processo do Trabalho?

O Rito Sumário, há quem diga, que foi revogado restando apenas dois ritos trabalhistas: sumaríssimo e ordinário. O que os diferencia é o valor da causa.


Quando é rito sumaríssimo na Justiça do Trabalho?

O rito sumaríssimo é o procedimento utilizado para dissídios trabalhistas individuais cujo valor da causa esteja entre 2 a 40 salários mínimos. Além disso, o procedimento apresenta, possivelmente em razão dos valores e tipos de pleitos, estatísticas interessantes sobre a procedência de ações e desistências.


É cabível o recurso ordinário no procedimento sumaríssimo?

Uma observação importante é que o Recurso Ordinário não é cabível no procedimento sumário, apenas no sumaríssimo e ordinário.

Leave a Comment