A açao pedagogica e objetivamente uma violencia simbolica

1) A ação pedagógica é objetivamente uma violência simbólica, num primeiro sentido, enquanto que as relações de força entre os grupos ou as classes constitutivas de uma formação social estão na base do poder arbitrário que é a condição da instauração de uma relação de comunicação pedagógica, isto é, da imposição e da inculcação de um arbitrário cultural segundo um modo arbitrário de imposição e de inculcação (educação).

Full
Answer

Como entender as relações entre as práticas da violência e a escola?

ESCOLA E A VIOLÊNCIA SIMBÓLICA Para entender melhor as relações entre as práticas da violência e a escola, é necessário saber que esta se passa pela reconstrução das relações sociais que estão presentes no espaço social escolar. Para Oliveira e Martins (2007):

Qual a relação entre o arbitrário cultural e a violência simbólica?

O arbitrário cultural em seu primeiro momento fôra “incentivado” e a violência simbólica que marca o arbitrário ficara subsumida, afinal a cidadania é direito de todos. Em Bourdieu é no domínio da produção simbólica que a influência do arbitrário cultural se constitui e se institui mais docemente como ação do Estado.

Qual a importância da ação pedagógica?

A ação pedagógica por sua vez tem como agente o corpo docente que deverá ser treinado dentro e a partir dos critérios determinados pelos PCN’s. O trabalho de inculcação, de treinamento e convencimento ocorre de forma doce, dissimulada.

Por que a ação pedagógica é arbitrária?

Para Bourdieu e Passeron (1975), a ação pedagógica, já arbitrária, reproduz socialmente as relações de força que servem de base para sua manutenção. Sabendo-se que o que se impõe é um arbitrário cultural de grupos dominantes, no mesmo sentido, o que se reproduz são as “relações de força

Leave a Comment