A agua do arefrecimento do carro acabou

image

O carro perder água pode ser algo muito grave, se tiver uma fuga de refrigerante, ou um processo completamente normal devido à condensação do ar condicionado. No verão, não é estranho ver uma poça de água chamativa embaixo de alguns carros estacionados por este último motivo.

Full
Answer

Por que o carro perde água?

Algo que pode causar a perde de água no carro, especialmente no verão e quando o calor aperta, é que o sistema de ar condicionado esteja provocando condensação. O resultado é que, ao deixar o carro estacionado, se forma uma poça de água embaixo do automóvel que pode dar a impressão de que tem uma avaria.

Qual a importância do fluido de arrefecimento no carro?

Se o nível do fluido está abaixo da marca de mínimo significa que algo está errado – e completar só camuflará um problema que precisa ser identificado e resolvido. Ainda assim, pode acontecer de sofrermos algum acidente em que o fluido vaze e que precisemos sair do lugar com o carro até chegar num posto de socorro.

Por que o superaquecimento do motor danifica o carro?

Selos, juntas, radiadores, etc. Assim, o próprio superaquecimento, mesmo quando tudo está ok nos sistemas do veículo, pode ter causado danos ao sistema. Pode ser que você rodou um período em um clima muito quente, ou adiou um pouco a troca do óleo do carro. Uma vedação do cabeçote impede que o líquido de arrefecimento vaze.

Quais são as características do reservatório de água no carro?

Na maioria dos carros, você observará que há um reservatório de água, com exceção de alguns veículos. A cor característica na maioria das vezes é rosa, mas pode-se encontrar também o líquido na cor verde. O líquido de arrefecimento tem por função arrefecer o motor, ou seja, mantê-lo na temperatura de trabalho ideal, que no caso é 90 °C.

image


O que acontece se acabar o líquido de arrefecimento?

Temperaturas altas do sistema de resfriamento podem levar mangueiras a estourar, peças a explodir e até mesmo cabeças de cilindros e blocos de motor se deformarem.


Pode andar com carro sem água no radiador?

Se faltar líquido no radiador, o motor pode fundir e você terá que levar o carro para uma oficina para passar por um serviço de retífica, algo que não é nada leve para o bolso. A situação ideal é que você não se esqueça de ocar o líquido.


Pode completar o líquido de arrefecimento?

A troca do líquido de arrefecimento só pode ser feita depois de uma limpeza completa do sistema. Há a necessidade também de ser realizada a “sangria” deste, já que não se pode ter bolhas de ar dentro do circuito, que deve ser preenchido somente com água desmineralizada e aditivo.


O que pode ser quando a água do radiador baixando?

Água baixando no radiador, é normal? Com o tempo, é natural que o líquido de arrefecimento vai baixando o nível. Isso é normal. Porém, se estiver muito abaixo do nível mínimo, depois de ter completado recentemente, pode haver vazamentos, ou passando pela junta do cabeçote.


Quanto tempo o carro pode funcionar sem água?

Se você perceber que a água está avermelhada ou marrom, isso pode ser um alerta, pois possivelmente irá gerar entupimento e posterior superaquecimento, mesmo que o nível do reservatória esteja alto. Até mesmo a tampa deve ser trocada a cada 30 mil quilômetros.


Como repor o líquido de arrefecimento?

COMO É FEITA A TROCA DO LÍQUIDO DO RADIADOR?Desligar o carro e esperar cerca de 10 minutos até o motor esfriar.Abrir o sistema de arrefecimento para escoar todo líquido de arrefecimento. … Abrir o respiro do sistema para evitar a formação de bolhas de ar dentro das mangueiras e do radiador.More items…•


Quanto custa o líquido de arrefecimento?

Quando está na hora de fazer a troca do fluido de arrefecimento, é necessário comprar o líquido, que custa em média R$ 45 e pagar a mão-de-obra, que pode variar dependendo do lugar.


Como completar a água do arrefecimento?

1:082:14Suggested clip · 60 secondsAutomundo mostra dicas de como completar a água do radiadorYouTubeStart of suggested clipEnd of suggested clip


Quanto tempo deve durar a água do radiador?

Alguns indicam a primeira substituição ao atingir 30 mil quilômetros ou um ano. Outros dizem que a troca deve ser realizada aos 120 mil quilômetros ou 5 anos. Mas a maioria recomenda a substituição a cada dois anos. Por isso, é extremamente importante seguir o que recomenda o manual do proprietário.


Pode encher o reservatório do radiador?

Com relação ao abastecimento do reservatório, o líquido nunca pode ultrapassar a quantidade mínima ou máxima recomendada. “Se estiver muito vazio, o motor não será resfriado. Se estiver muito cheio, pode haver excesso de pressão e rompimento das mangueiras de conexão do radiador com o motor.”


Como saber se a água está indo para o motor?

A maneira mais fácil de identificar e evitar um vazamento de água no motor é observando sempre a conservação das mangueiras no seu veículo. Para verificar, basta ligar o motor e analisar se há formação de bolha ao longo da mangueira.


Quanto tempo deve durar a água do radiador?

Alguns indicam a primeira substituição ao atingir 30 mil quilômetros ou um ano. Outros dizem que a troca deve ser realizada aos 120 mil quilômetros ou 5 anos. Mas a maioria recomenda a substituição a cada dois anos. Por isso, é extremamente importante seguir o que recomenda o manual do proprietário.


Pode usar só água no radiador?

Somente água desmineralizada pode ser adicionada ao radiador. Para fazer a reposição do líquido de arrefecimento, é imprescindível respeitar os métodos corretos: sempre com o motor a frio, nunca misturando aditivos diferentes e utilizando o aditivo indicado pelo fabricante.


O que é o líquido de arrefecimento

Também conhecido como líquido do radiador, ele é o responsável por manter uma temperatura ideal para que o motor trabalhe com eficiência. O líquido circula dentro do motor, passando pelo bloco e cabeçote, e tem sua temperatura elevada devido à queima da mistura ar-combustível.


Troca do líquido de arrefecimento

Não existe um padrão para a substituição do líquido de arrefecimento, que pode variar de acordo com o fabricante do veículo. Alguns indicam a primeira substituição ao atingir 30 mil quilômetros ou um ano. Outros dizem que a troca deve ser realizada aos 120 mil quilômetros ou 5 anos.


Sinais de problema no sistema de arrefecimento

Se você desconfia que o seu sistema de arrefecimento esteja com algum mau funcionamento, é importante ficar de olho em alguns sinais antes de levar o carro à oficina. São eles:


Posso completar a água do radiador?

É comum pararmos em postos e os frentistas, ao verificarem o nível da água do radiador, perguntarem se pode completar o nível com água. E a resposta é não! Como o sistema é fechado e não tem para onde o líquido evaporar, completá-lo seria apenas camuflar um problema que precisa ser encontrado.


Água baixando do reservatório por trnasbordamento

A maioria dos reservatórios de transbordamento vem equipada com um pequeno tubo que permite que o refrigerante escape se o motor ficar quente o suficiente e o refrigerante se expandir além da marca de cheio no reservatório de transbordamento. Isso pode acontecer em dias quentes, quando você também liga o ar condicionado.


Água do reservatório baixando por vazamentos

Pequenos vazamentos no radiador farão com que o nível dos fluidos refrigerantes caia. Vazamentos no orifício podem não ser perceptíveis durante a operação, pois o fluido vazará quando o carro estiver funcionando sob carga. Mas após a operação, o radiador exala um cheiro quente e úmido e mostra sinais de vazamento por baixo.


Baixa da água do radiador por conta da junta do cabeçote

Uma junta do cabeçote vazando ou queimada fará com que a água vaze para as áreas do bloco onde não foi projetada para ir. Isso fará com que os níveis de fluido refrigerante caiam sem nenhum vazamento perceptível sob o reservatório de refrigerante, mangueiras ou radiador. Para verificar se há uma junta do cabeçote com defeito, puxe a vareta de óleo.


Mangueiras e conexões com problemas

Verifique todas as conexões onde as mangueiras se conectam ao radiador e ao motor. Anote se você vê algum fluido ao redor dessas áreas. As mangueiras ruins podem não mostrar vazamentos até que o motor seja ligado. Substitua todas as braçadeiras ou mangueiras ruins.


Tampa do radiador vazando

Uma tampa do radiador com defeito pode ser a causa de vazamentos de fluido no sistema de refrigeração. Nunca tire a tampa do radiador depois de desligar o carro, pois o sistema está sob pressão. Espere até que o radiador esfrie ao toque antes de remover a tampa.


Como trocar o fluido de arrefecimento

A primeira coisa é, como sempre, consultar o manual do proprietário para saber a frequência de manutenção. Dependendo do aditivo que o carro usa pode ser que você precise trocar o fluido todo ano ou a cada cinco – e, quando essas manutenções acontecerem, o tipo de aditivo deve ser respeitado, assim como a proporção entre ele e água desmineralizada.


E se o nível do fluido baixar?

Por fim, quero falar de situações de emergência. O sistema de arrefecimento é fechado, o que significa que não tem para onde esse fluido “evaporar”. Esse é o motivo de não haver necessidade de completa-lo com nada.


Água baixando no radiador, é normal?

Com o tempo, é natural que o líquido de arrefecimento vai baixando o nível. Isso é normal. Porém, se estiver muito abaixo do nível mínimo, depois de ter completado recentemente, pode haver vazamentos, ou passando pela junta do cabeçote.


Precisa trocar esse líquido?

O líquido de arrefecimento é geralmente caracterizado por ser “Long Life”, ou seja, “nunca precisará ser substituído”. Mas com o tempo, o líquido de arrefecimento vai sujando, devido aos minerais da água.


Superaquecimento do motor: por que ele danifica seu veículo?

Tratar o carro bem diminui as probabilidades de um motorista de precisar reparar o motor, ou pior, substituí-lo completamente. Apesar da durabilidade do motor do carro, ele não pode suportar temperaturas incrivelmente altas por longos períodos de tempo.


Superaquecimento do motor: causas

Qualquer coisa que diminua a capacidade de um motor de absorver, transferir e dissipar calor tem a capacidade de superaquecer um motor. Infelizmente para os motoristas, há um monte de causas potenciais, mas algumas são mais comuns do que outras.


Causa 1: baixo nível do líquido de arrefecimento ou proporção incorreta de aditivo no líquido de arrefecimento

Um nível baixo de líquido de arrefecimento é provavelmente uma das causas mais comuns de superaquecimento. Ele é necessário para manter o funcionamento do motor do carro dentro de temperaturas normais. O problema tem uma solução simples: reencher o reservatório e evitar negligenciar os níveis no futuro.


Causa 2: termostato defeituoso

Passando da causa mais comum para a mais frustrante, um termostato com defeito pode superaquecer facilmente um motor. Basicamente, um termostato ruim pode dizer para o motor que a temperatura está correta ou incorreta.


Causa 3: baixos níveis de óleo do motor ou óleo velho

Um carro com um baixo nível de óleo pode superaquecer porque o óleo retira calor do motor. Rodar com baixo nível de óleo ou óleo velho é prejudicial de várias formas.


Consequência 1: danos por superaquecimento

Em geral, as peças para evitar o superaquecimento são menos dispendiosas do que consertar o dano causado pelo superaquecimento. Há exceções a esta regra, é claro, mas a prevenção é quase sempre melhor do que limpar a bagunça depois.


Consequência 3: cilindros entortados

Cilindros são partes do motor de um carro. São tubos de metal nos quais os pistões se movem. Se o líquido de arrefecimento escapa para um cilindro, suas paredes podem até deformar. Cilindros são incrivelmente importantes; Eles podem ser consertados quando eles quebram, mas muitas vezes não valem o dinheiro envolvido.

image

Leave a Comment