A ansiedade pode acabar com o relacionamento

image

A ansiedade pode afetar os relacionamentos interpessoais em geral, mas principalmente os relacionamentos afetivos. Afinal, uma relação à dois exige equilíbrio emocional e muitas pessoas se encontram em situações que geram um quadro de instabilidade de sentimentos.

Full
Answer

Quais são os perigos da ansiedade no relacionamento?

Pessoas com ansiedade podem ter relacionamentos mais conturbados. Elas precisam aprender como controlar as emoções e vencer alguns pensamentos disfuncionais. Movidas por emoções intensas, pode ser difícil perceber como elas realmente interferem na relação.

Por que as pessoas com ansiedade podem ter relacionamentos conturbados?

Em alguns casos, relacionamentos amorosos podem terminar. Por isso, é importante entender os sintomas e buscar por Psicoterapia. As pessoas ansiosas focam demais em suas próprias preocupações, podendo deixar de lado as necessidades de seus parceiros. Como se sentem frequentemente sob algum tipo de perigo, se tornam demasiadamente vigilantes.

Por que os relacionamentos amorosos causam ansiedade?

Relacionamentos amorosos podem ser uma das coisas mais agradáveis do mundo …mas também podem ser um terreno fértil para pensamentos e sentimentos ansiosos. A ansiedade pode surgir em praticamente qualquer fase do relacionamento.

Por que as pessoas ansiosas se tornam demasiadamente vigilantes?

As pessoas ansiosas focam demais em suas próprias preocupações, podendo deixar de lado as necessidades de seus parceiros. Como se sentem frequentemente sob algum tipo de perigo, se tornam demasiadamente vigilantes.

image


O que a ansiedade afeta no relacionamento?

Estes pensamentos negativos diminuem a sua auto-estima, aumentam a desconfiança, criando uma atitude defensiva, ciúme e ansiedade. Basicamente, isso alimenta os pensamentos automáticos negativos que impedem a sua felicidade e fazem você se preocupar com o seu relacionamento, ao invés de apenas aproveitar.


Como é uma pessoa com ansiedade no relacionamento?

A ansiedade no relacionamento abrange algumas características do transtorno de ansiedade social. Nas duas condições, a pessoa afetada pode sentir um desconforto significativo e muito receio da rejeição. O problema pode se manifestar de diversas formas diferentes.


Quando uma pessoa com ansiedade se apaixona?

Alguém com ansiedade se apaixona assim como as outras – instintivamente, frequentemente e com facilidade. A única diferença é que, enquanto se apaixonam, seu cérebro também apresenta um milhão de razões diferentes pelas quais isso também pode ser aterrorizante, perigoso e tão fácil de quebrar.


Para quem sofre de ansiedade gostar de alguém é um castigo?

Pra quem tem ansiedade, gostar de alguém é o maior castigo que existe. Marcos Fernandes and 3,040 others like this. Pior não é quando ela não te corresponde, é quando ela finge que corresponde.


A ansiedade no amor

O ansioso quer resolver tudo e ao mesmo tempo sem plano algum. Às vezes é sensível, outras vezes é agressivo ou desligado. Mil pensamentos surgem e arrastam a pessoa para um furacão de emoções. Uma lembrança que surge, um mal entendido, algo que nem foi naquele momento pode arrastar para uma crise.


A ansiedade no amor e as emoções reprimidas

A pessoa sofre também, mas nada é externalizado. Ela guarda o furacão de emoções dentro dela, e por ser mais calada o parceiro pode julgar como uma pessoa fria. Principalmente porque uma hora a bomba explode, e pode ser de forma bem fria. Para se relacionar com um ansioso é necessário o parceiro tentar compreender todo o furacão de emoções dentro.


O relacionamento tóxico

Depois de uma briga, a vontade enorme de resolver tudo e ficar em paz, porque nem sempre a paz é uma opção. Muitos pensamentos e incertezas rondam, agitação e inquietude. Às vezes é algo do passado que martela e pune, e o parceiro nem se dá conta disso. Um ansioso pode acabar entrando num relacionamento tóxico por ter sua autoestima abalada.


Conclusão

O parceiro ansioso (ou casal) pode procurar ajuda profissional para conseguir ter uma relação saudável e evitar sofrimentos. Tente evitar brigas por acontecimentos passados, o que passou não volta mais e deve ser deixado no passado.


Como a ansiedade pode afetar um relacionamento

Embora cada pessoa e cada relacionamento sejam diferentes, deve-se dizer que há uma série de padrões, que se repetirá naqueles casais que convivem com certo grau de ansiedade. Pode acontecer que nenhum dos dois tenha consciência de que a ansiedade está presente no dia a dia e o sentimento de infelicidade se instala no casal.


A relação entre ansiedade e dependência emocional

Os dados mostram que a ansiedade pode gerar a pessoa que a sofre, grande dependência emocional. Uma pessoa com um estado de ansiedade significativo buscará continuamente o carinho e o amor do parceiro para se sentir muito melhor.


A ansiedade no relacionamento prejudica o desempenho sexual

Todas essas questões podem surgir como causas para a ansiedade no relacionamento, e, como exemplifica o terceiro ponto da lista acima, a sexualidade pode ser um gatilho extremamente relevante entre os outros.


Ansiedade pode ocasionar fins de relacionamento

Todos esses elementos, sejam de desempenho sexual ou de distúrbios emocionais, são altamente estressantes e comprometedores para os relacionamentos afetivos. A ansiedade pode gerar um ciclo vicioso de cobranças, impotências e frustrações que inviabilizam a relação e ocasionam em términos.


Mas o que causa ansiedade nos relacionamentos afetivos?

Se apaixonar é um desafio, pois surgem situações inesperadas e incontroláveis. Quanto mais você valoriza alguém, maior é a sensação de medo de perder a pessoa e de ser ferido. Ironicamente, esse medo muitas vezes surge quando você está recebendo exatamente o que queria, quando experimenta o amor que nunca teve.


1. Avalie seu relacionamento

Você precisa avaliar honestamente o seu relacionamento, para determinar se ele está contribuindo para suas inseguranças e ansiedades. Você pode achar que você está em uma relação abusiva e que está desencadeando sua ansiedade.


2. Seja independente

Mantenha a sua independência, protegendo o seu senso de identidade. Se você se perder em seu relacionamento, você pode tornar-se dependente de validação do seu parceiro (a), levando o aumento da ansiedade e insegurança.


3. Mantenha-se ocupado

A ideia é que se engajar em uma atividade mental ou física, faz você gastar energia mental em algo diferente de suas inseguranças no relacionamento. Inicialmente, pode parecer apenas como uma distração, mas esta atividade pode se tornar uma rotina bem-vinda, que mantém você ocupado (a) desviando sua atenção do foco no seu relacionamento.


4. Evite o controle

Você pode pensar que precisa estar no controle de seu relacionamento para garantir que tudo está indo como deveria e que suas necessidades estão sendo atendidas. Mas na realidade, você não está reconhecendo que está controlando a outra pessoa para acalmar suas inseguranças.


5. Evite auto-críticas

O problema muitas vezes não está na relação ou no seu parceiro (a) e sim na voz interior crítica que invade os seus pensamentos, distorcendo suas percepções e, finalmente te levando para um caminho auto- destrutivo. Preste atenção nos pensamentos que estão alimentando os seus medos e questione, buscando pensamentos mais positivos e motivadores.

image

Leave a Comment