A bateria acabou compersa dar carga

image

Depois de feitas as conexões, aguarde cerca de 5 minutos para que a bateria “arriada” receba carga suficiente da bateria em boas condições antes de dar a partida. Isso previne o aquecimento excessivo dos cabos. Somente depois disso dê a partida no carro que estava com a bateria sem carga

Full
Answer

O que fazer quando a bateria não está carregada corretamente?

Se sua bateria é muito antiga, você pode considerar tê-la substituída em vez de pagar pelo o teste. Uma bateria também precisa ser substituída se estiver vazando ou tiver um dano mecânico. Antes de carregar a bateria, é importante verificar se há alguma fuga elétrica no circuito que possa estar resultando na menor carga.

O que fazer se a bateria do carro acabou?

A primeira reação é quase de desespero, em especial se você sente que vai se atrasar para o próximo compromisso. Mas antes de entrar em pânico, avalie a situação. Muitas vezes, é possível carregar a bateria do carro e resolver o problema, mesmo que momentaneamente.

Quais são os sete principais problemas da bateria?

Vamos aos sete principais: 1. Alérgica ao frio Se há uma desconfiança em relação à bateria, pode transformá-la em quase certeza na época de temperaturas mais baixas, quando elas escolhem para pifar. Não é coincidência: elas produzem energia elétrica a partir de uma reação química.

Por que a bateria descarregada é um problema grave?

Bateria descarregada é um problema grave? Em geral, não. Quando a bateria descarrega, geralmente, é um problema pequeno, decorrente de um esquecimento e que pode ser resolvido em poucos minutos ao fazer uma chupeta na bateria. No entanto, há a possibilidade de ser um problema na parte elétrica do carro como um todo.

image


Como dar carga na bateria descarregada?

Ligue o motor do veículo fornecedor de energia e deixe ele funcionando em marcha lenta. Em seguida, dê a partida no carro que está recebendo a carga. Deixe os cabos ligados por dois ou três minutos, até que o motor do veículo com a bateria descarregada comece a funcionar de maneira uniforme.


Quanto tempo demora para carregar uma bateria totalmente descarregada?

Esse processo, que pode levar de 15 a 20 horas, permite que o acumulador recupere a capacidade máxima sem que haja danos na bateria.


Quando a bateria do carro descarrega tem que trocar?

Toda bateria, invariavelmente, atinge seu ponto final de utilização eventualmente, perdendo sua capacidade de acumular energia. Assim, uma recarga somente não funciona, sendo necessário trocar essa bateria por uma nova.


Quanto tempo demora para bateria do carro recarregar?

Uma carga ideal e lenta é de cerca de 6A, o que precisaria de 10 horas de carga. (6×10= 60). Em uma firma especializada, a sua bateria deve ficar 24 horas em “tratamento”. Teremos 10 horas de carga, um descanso de mais 10 horas, um teste de descarga, e o complemento, se necessário, da carga.


Como fazer para recarregar a bateria do carro?

Antes de começar, desligue os cabos da bateria e cheque qual o nível do líquido. Depois, pegue o cabo vermelho do carregador (as cores são padronizadas) e conecte ao terminal positivo. O cabo preto vai no terminal negativo. Ligue o carregador na tomada somente depois que os cabos estiverem conectados na bateria.


Quantas vezes pode carregar uma bateria de um carro?

Então, respondendo a pergunta: não, a bateria não estraga por ser recarregada várias vezes. De fato isso já acontece no dia do funcionamento de um carro. Evidentemente que uma bateria totalmente descarregada precisa de uma carga lenta para recuperar a densidade, o que demora algumas horas em um carregador profissional.


Pode tirar bateria do carro para carregar?

Passados os dez minutos do desligamento do veículo, você pode remover o polo negativo da bateria para garantir que, ao religar o carro após um longo período (mais de quinze dias), ainda haja carga suficiente para dar partida no carro. Lembre-se: Com a bateria desligada, os sistemas elétricos param de funcionar.


Qual é a vida útil de um alternador?

Comumente a durabilidade de um alternador é de 200.000 km, porém existe a possibilidade do componente apresentar falha antes desse ponto. Em caso de falha, nem sempre será necessário a troca completa do componente, porém vale ressaltar que sua revisão é essencial, principalmente para evitar qualquer falha.


Qual a voltagem da carga lenta?

Normalmente, são 12 volts – em casos de carregadores de dupla voltagem; . Além disso, selecione a taxa de carga pretendida.


Qual a diferença entre carga lenta e rápida?

Diferença entre carga lenta e carga rápida Com a carga lenta, demora 10 horas para encher a totalidade da energia da bateria, 5 amperes por hora mais exatamente. A carga rápida é ao contrário, é bem mais rápida na hora de transmissão de energia para a bateria, cerca de metade do tempo.


Qual a diferença entre carga lenta e rápida?

Diferença entre carga lenta e carga rápida Com a carga lenta, demora 10 horas para encher a totalidade da energia da bateria, 5 amperes por hora mais exatamente. A carga rápida é ao contrário, é bem mais rápida na hora de transmissão de energia para a bateria, cerca de metade do tempo.


Qual a voltagem da carga lenta?

Normalmente, são 12 volts – em casos de carregadores de dupla voltagem; . Além disso, selecione a taxa de carga pretendida.


Qual é a vida útil de um alternador?

Comumente a durabilidade de um alternador é de 200.000 km, porém existe a possibilidade do componente apresentar falha antes desse ponto. Em caso de falha, nem sempre será necessário a troca completa do componente, porém vale ressaltar que sua revisão é essencial, principalmente para evitar qualquer falha.


Quantas vezes pode carregar bateria de moto?

Para uma bateria saudável, recomenda-se uma carga completa a cada 30 dias, no mínimo. Em motocicletas com componentes eletrônicos avançados, acessórios ou sistema de alarme, a bateria descarrega ainda mais rápido. Por esse motivo, para quem anda menos de uma vez por semana, é recomendado ter um carregador de bateria.


1. Alérgica ao frio

Se há uma desconfiança em relação à bateria, pode transformá-la em quase certeza na época de temperaturas mais baixas, quando elas escolhem para pifar. Não é coincidência: elas produzem energia elétrica a partir de uma reação química. Mais difícil de acontecer no frio.


2. Motor vira devagar

Se, no momento de ser acionado, o motor vira lentamente, é bastante provável que a bateria esteja sem carga suficiente. E uma pequena possibilidade de que seja algum problema mecânico.


3. Arranque não vira

O motorista aciona o arranque mas o motor não se mexe. As vezes só se ouve um “clic-clic-clic”. Para se verificar a origem do problema, a sugestão é ligar faróis e buzinar ao mesmo tempo. Se a bateria estiver normal, os dois vão funcionar normalmente e, então, o problema é do próprio motor de arranque.


4. Luz de alerta engana

A luzinha no painel que se acende com o desenho de uma bateria NÃO significa problema nela,mas de que não está sendo carregada adequadamente. Pode ser um problema no alternador,ou na correia que o aciona, etc.


5. Azinhavre nos polos

Uma rápida verificada na bateria é suficiente para se perceber a presença de azinhavre (zinabre) nos polos, ou terminais. Que é uma corrosão do metal e prejudica a passagem da corrente elétrica. Uma boa limpeza – que pode ser com Coca-Cola, lembrando-se de lavar depois com água – resolve o problema.


6. Data de fabricação da bateria

Se falta corrente elétrica e se desconfia da bateria, vale a pena verificar a data de fabricação que está sempre registrada em sua superfície superior, perto dos terminais. Não existe um prazo definido, mas ela em geral dura pelo menos dois anos. Algumas chegam a três ou quatro anos, mas não vão muito além disso.


Reinicie o aparelho

Essa é a ação mais simples e direta que você pode tentar – por isso ela é a primeira de nossa lista. Qualquer smartphone do mercado é dotado da capacidade de reinicialização de sistema e isso traz uma série de benefícios, como recuperação de sinal e serviço, baixa velocidade de internet e, claro, melhoria de bateria.


Deixe seus aplicativos atualizados

A maioria dos aplicativos baixados pela Play Store do Google oferece atualizações automáticas assim que elas tornam-se disponíveis. Entretanto, sempre tem aquele app teimoso que exige uma atenção mais humana e manual para se manter em dia.


Atualize o Android

Aqui, começamos a pegar um pouco mais pesado e trabalhar sem muita garantia, simplesmente porque as atualizações do sistema operacional do Google são extremamente irregulares.


Restauração completa do aparelho

Essa é a opção mais “arrasa-quarteirão” disponível, daí nós preferirmos deixá-la por último: ao fazer a restauração completa do seu aparelho – ou seja, devolvê-lo às configurações de fábrica -, você basicamente elimina todos os dados do smartphone, incluindo apps instalados, senhas e nomes de usuários salvos, sites favoritos, configurações de aplicativos armazenadas em cache… quando falamos “tudo”, nos referimos a literalmente “tudo”.


Bateria descarregada é um problema grave?

Em geral, não. Quando a bateria descarrega, geralmente, é um problema pequeno, decorrente de um esquecimento e que pode ser resolvido em poucos minutos. Fazer uma chupeta na bateria é um procedimento simples e que traz a carga de volta.


Chave na ignição por muito tempo

Pode parecer uma besteira, mas, deixar a chave na ignição (quando ela está girada até acender as luzes do painel, mas não para dar partida no motor), mesmo que por esquecimento, é um dos problemas mais frequentes para bateria descarregada.


Esquecer faróis ligados

Outro “hábito” que as pessoas cometem muito. Chegam em casa ou em determinado lugar, estacionam o carro, desligam, mas se esquecem de desligar os faróis. Se isso durar a noite inteira, por exemplo, provavelmente de manhã não haverá bateria que resista a esse lapso de memória.


Rádio ligado, motor desligado

Se você é daquele tipo de pessoa que adora escutar uma musiquinha no carro, aprenda uma coisa: ligue o motor quando estiver fazendo isso por muito tempo. Seja em situações que você esteja querendo relaxar ou quando estiver lavando o possante, nunca deixe somente o rádio ligado, pois isso suga a bateria em uma velocidade muito rápida.


Problemas com luzes internas

Sabe aquela luzinha que tem dentro do porta-luvas? Ou aquela que fica na parte de trás dos passageiros? Então, qualquer problema com a ligação dessas luzes pode ocasionar o problema da bateria arriada.


Bateria muito antiga

Como falamos anteriormente, a bateria de um carro tem vida útil de, mais ou menos, 2 anos a 2 anos e meio, variando de acordo com a utilização do carro, seja para mais ou para menos.


Alternador com problema

Esse problema é menos comum, mas também o mais caro de ser reparado. Quando o alternador não está funcionando corretamente ele deixa de carregar a bateria. Em alguns casos, ele pode até mesmo descarregá-la.


A bateria precisa de alguma manutenção?

A maioria das baterias modernas são livres de manutenção. Você pode verificar isso no manual do proprietário do seu carro. Normalmente, a bateria é verificada visualmente durante as trocas de óleo. Seu mecânico pode recomendar a manutenção dos terminais da bateria se houver alguma corrosão, o que não é incomum. Basta um processo de limpeza e a aplicação de produtos químicos para proteção dos terminais e tudo fica ok!


Existe uma maneira de testar a condição da bateria?

Sim, seu mecânico pode testar sua bateria com um testador de bateria. Pode ser um aparelho computadorizado ou mesmo um multímetro, que não apenas pode dizer o estado da bateria, mas também pode testar o sistema de carga e de partida. São testes simples que podem até ser oferecidos gratuitamente como parte de uma promoção ou de um reparo que você faça numa oficina. Geralmente, o teste mostrará se a bateria precisa ser carregada ou substituída. Se sua bateria é muito antiga, você pode considerar tê-la substituída em vez de pagar pelo o teste. Uma bateria também precisa ser substituída se estiver vazando ou tiver um dano mecânico. Antes de carregar a bateria, é importante verificar se há alguma fuga elétrica no circuito que possa estar resultando na menor carga. Dessa forma, evitam-se problemas com a nova bateria não sendo carregada corretamente.


Por que preciso trocar a bateria do carro?

Vamos começar com a razão pela qual a bateria precisa ser substituída. A maioria dos carros tem baterias de chumbo e ácido que são feitas de células com chumbo e placas de chumbo cheias com um eletrólito (ácido sulfúrico diluído). Ao longo do tempo, uma bateria perde parte de sua capacidade, principalmente devido à sulfatação. A capacidade vai cair tão baixo que a bateria não será capaz de dar partida no seu carro.


Quanto custa uma nova bateria?

Tirá-la do veículo pode ser complicado de fazer sozinho. Uma bateria velha pode estar coberta por eletrólitos, que é muito ácido e pode queimar suas roupas ou pele. Faça por sua conta e risco, e siga o passo a passo atentamente, com o equipamento de proteção adequado (luvas e óculos de proteção, pelo menos). O custo de troca da bateria com a instalação podem variar entre metade do salário mínimo a 1 salário mínimo inteiro.


Como saber se a bateria do carro está falhando?

Nem sempre dá pra saber, mas há alguns sinais indicadores de falhas. Quando a bateria está falhando, ela perde sua capacidade total de carga, o que significa que pode guardar menos carga do que quando era nova. Se a bateria tiver pouca capacidade, você pode notar que quando você liga o carro, com o motor girando mais lento do que antes, mesmo que a bateria esteja totalmente carregada. Fica parecendo que o motor de arranque está “preguiçoso” e não tão potente para virar o seu motor. Você também pode notar que as luzes do interior piscam e ficam mais escuras do que o habitual quando você está virando o motor.

image

Leave a Comment