A bomba atomica pode acabar com o planeta

image

Como funciona uma bomba atômica?

Como funciona uma bomba atômica? O funcionamento das bombas nucleares é semelhante, diferenciando-se apenas pelo elemento utilizado na composição. Os principais elementos que compõem as bombas são urânio -235 e plutônio-239.

Qual é a bomba atômica mais poderosa no mundo?

Atualmente, os humanos ocupam apenas 12,5% da superfície da terra, que tem um total de 18.617.500 quilômetros quadrados. A bomba atômica mais poderosa no mundo é a B83, que tem o poder de destruição de duzentas bombas iguais à utilizada em Hiroshima. Isso significaria uma destruição de quase 15 quilômetros quadrados.

Quantas bombas atômicas são necessárias para destruir o mundo?

Acontece que o pessoal exagerou um pouco: para varrer os vestígios do homem seriam necessárias 1,3 milhão de bombas-padrão atuais, com raio de destruição de 15 km2. Mesmo no auge da Guerra Fria, nunca houve mais que 5% do necessário (ver quadro abaixo).

Quantas bombas nucleares são capazes de destruir o planeta Terra?

Como a bomba atômica mais potente até hoje (Tsar Bomba) tinha 50 megatons, precisaríamos de um pouco menos de 10^16 bombas atômicas para destruir a Terra. Cada bomba pesava cerca de 27 toneladas, o que daria cerca de 3 x 10^18 toneladas.

image


Qual e a bomba que pode destruir o mundo inteiro?

Estima-se que até hoje nenhuma explosão em testes tenha superado a potência da “Bomba-Czar”, da União Soviética, que foi lançada em 1961 com poder equivalente ao de 50 milhões de toneladas de dinamite (50 megatons). Essa bomba era mais de 3.000 vezes mais poderosa que a lançada sobre Hiroshima pelos EUA.


O que acontece com o planeta se houver uma guerra nuclear?

Quais seriam as consequências de uma guerra nuclear? Os cientistas apontam um cenário apocalíptico: uma nuvem de poeira e ferrugem tomaria conta de todo o planeta e levaria pelo menos um ano para se desfazer. A luz solar seria bloqueada e faria o planeta atingir uma temperatura de -40ºC.


Quantos megatons e necessário para destruir o planeta Terra?

Quantos megatons seriam necessários para destruir a Terra? Pois é, seria necessaria uma explosão nuclear com mais de 3 Megatons (Mt). Embora esteja longe de ser o maior poder de fogo que a humanidade já construiu em termos de bombas atômicas, isso já seria capaz de fazer um estrago significativo aqui na Terra.


Seria possível sobreviver a uma guerra nuclear?

Sobreviver à guerra nuclear é possível? Temos apenas hipóteses — sim, segundo algumas delas, não, segundo outras. Tenha em mente que o armamento termonuclear contemporâneo é centenas ou, no caso das armas maiores, milhares de vezes mais potente do que as bombas detonadas em Hiroshima e Nagasaki em 1945.


O que acontece com o Brasil em caso de guerra nuclear?

Haveria algumas centenas de milhares de mortos e os sobreviventes ficariam entre os escombros dos edifícios desabados, as ruas obstruídas, impedindo a passagem das ambulâncias e bombeiros que porventura viessem de pontos mais distantes não atingidos.


Quantas bombas atômicas para destruir a vida na Terra?

E, surpreendentemente, as 5.192 bombas russas, 4.075 estadunidenses e 300 francesas, somadas com as bombas existentes em todo o mundo, não seriam suficientes para isso. Atualmente, existem no mundo 10.227 bombas, e seriam necessárias 1.241.166 para varrer toda a humanidade da face da Terra.


Quantos megatons são necessários para destruir a lua?

Obliteração lunar Pois, nesse caso, seria necessário muito empenho e uma quantidade absurda de explosivos para conseguir essa proeza — cerca de 30 trilhões de megatons de TNT ou algo que fosse 600 bilhões de vezes mais potente do que a Tsar Bomba, a bomba nuclear mais poderosa já criada pelo homem.


Quantos megatons tem o Sol?

O Sol é movido a hidrogênio, que se funde no calor do seu núcleo numa reação parecida com um reator atômico. Ele transforma hidrogênio em hélio. “A estrela produz 40 trilhões de megatons de energia por segundo”, diz o astrônomo Augusto Damineli, do Instituto Astronômico e Geofísico da Universidade de São Paulo.


Quantos megatons teve a bomba de Hiroshima e Nagasaki?

As bombas lançadas em Hiroshima e Nagasaki são muito inferiores com as que existem hoje. Com o surgimento das bombas de hidrogênio, a potência dos artefatos foi multiplicada muitas vezes, chegando próximo dos 50 megatons (50 milhões de toneladas de dinamite).


O que vale um megaton?

Para medir a capacidade de uma bomba dessas, usam-se os termos quiloton e megaton _um quiloton equivale a mil toneladas de TNT; um megaton equivale a 1 milhão de toneladas.


História da bomba atômica

Com o avanço da Segunda Guerra Mundial, foi preciso desenvolver armas mais potentes que pudessem causar maiores impactos nos adversários. Com essa intenção, os norte-americanos deram início a uma corrida contra a Alemanha nazista para criar a primeira arma nuclear.


Como funciona uma bomba atômica?

O funcionamento das bombas nucleares é semelhante, diferenciando-se apenas pelo elemento utilizado na composição. Os principais elementos que compõem as bombas são urânio -235 e plutônio-239. A bomba nuclear funciona pelo princípio da fissão nuclear, que é a divisão de um átomo instável pelo bombardeamento de partículas, como um nêutron.


Bomba de urânio

Um dos elementos usados na construção de bombas atômicas é o urânio, mas não é qualquer isótopo de urânio que pode ser utilizado – apenas o U-235 é considerado instável suficiente para esse fim. A seguir, está representada a reação de fissão de um átomo de urânio-235:


Poder de destruição das bombas atômicas

O poder de destruição de bombas nucleares é medido em quiloton ou em megaton, unid ades relacionadas com o poder de destruição de dinamites ( TNT ). O quiloton equivale à explosão de 1000 toneladas de dinamite, e o megaton corresponde a 1.000.000 (1 milhão) de toneladas de TNT.


Armas nucleares brasileiras

Embora a quantidade de armas nucleares seja enorme, o Brasil é considerado um país livre de armas de destruição em massa, que englobam as armas nucleares.

image

Leave a Comment