A lenda do açai em desenho animado

image


Como é a lenda do açaí?

A lenda do açaí é uma lenda indígena que tem origem na Região Norte do Brasil. Diz a lenda que, nessa região, havia uma tribo cujo número de habitantes era bastante elevado. Por esse motivo, cada dia estava se tornando mais difícil conseguir uma quantidade de mantimentos suficiente para alimentar a todos.


Qual é a origem do açaí?

O açaí é um fruto brasileiro cultivado predominantemente na região amazônica.


Como foi descoberto o açaí?

Itaki então mandou que apanhassem os frutos, deles foi obtido um suco avermelhado que batizou de AÇAÍ, em homenagem a sua filha (Iaçã invertido). Alimentou seu povo e, a partir deste dia, suspendeu sua ordem de sacrificar as crianças.


Porque o açaí tem esse nome?

Seu nome vem de uma palavra do tupi que significa “fruta que chora”. Pessoas com pouca imaginação dizem que é por causa do suco que a fruta produz, mas a lenda diz que é porque, muito antes de o açaí aparecer em mais de 3 milhões de hashtags no Instagram, a fruta nasceu em lágrimas.


Qual é a região do açaí?

Região Norte do BrasilO açaizeiro é uma palmeira brasileira típica do Amazonas, Pará, Amapá, Maranhão e Tocantins, na Região Norte do Brasil. Nesses estados, o açaí é consumido com farinha de mandioca, tapioca, ou até mesmo na forma de pirão com farinha para acompanhar um peixe assado ou camarão.


Quais são as frutas de origem brasileira?

Conheça as frutas brasileirasBiribá Crédito: Reprodução da internet. … Feijoa. Também conhecida como goiaba-serrana, a feijoa é uma fruta típica do sul do Brasil e muito parecida com a goiaba, embora haja diferenças consideráveis. … Graviola. … Jatobá … Juá … Camu-camu. … Cambuci. … Cupuaçu.More items…•


Como o açaí conquistou o mundo?

uma árvore de açaí é como uma mina de ouro. Com pouquíssimo esforço, você tem acesso a uma fonte de energia constante e extremamente versátil. Era assim para os índios caçadores-coletores há mil anos. E segue assim hoje – principalmente para quem tem pouco dinheiro.


Por que o açaí é tão caro?

O litro pode ser encontrado por até R$ 25. De acordo com o doutor João Freitas, especialista em sistemas agroflorestais e no cultivo do açaí, um dos motivos do alto preço do produto é a falta do apanhador, o homem que faz a coleta do fruto no açaizeiro. “Outro ponto importante é o período de chuva.


Quando surgiu o açaí no Brasil?

O açaí é um alimento muito importante na dieta do nortista brasileiro, onde seu consumo remonta aos tempos pré-colombianos. Hoje em dia, é cultivado não só na Região Amazônica, mas em diversos outros estados brasileiros, tendo sido introduzido no resto do mercado nacional durante os anos 1980 e 1990.


Qual é o significado da palavra açaí?

Diz a lenda que essa fruta tão poderosa foi batizada em uma tribo indígena da Amazônia. Já pela etimologia da palavra açaí é que começa a história, pois encontra-se no vocabulário tupi “ïwasa’i”, que significa “fruto que chora”, ou fruto que expele água.


O que significa a palavra açaí em tupi?

AÇAÍ – Do tupi ia-cai, fruta que chora. 1. Fruto do açaizeiro, palmeira típica do Pará e Amazonas, que se disseminou por toda a região, alcançando o Maranhão e as Guianas.


Qual é o nome da fruta do açaí?

Açaí, típico da região Amazônica, fruto do açaizeiro (Euterpe oleracea, família Palmae) é muito utilizado pelos habitantes no preparo de sucos, vinhos, doces, licores e sorvetes.


Segundo a lenda, o açaí surgiu para saciar a fome de uma tribo indígena que vivia na região onde atualmente se localiza a cidade de Belém (PA)

O açaí é o fruto extraído de uma palmeira típica da região Norte do Brasil. De forte cor roxa, o açaí é rico em vitaminas C e E, antioxidantes e fibras. Assim, o fruto ajuda a combater radicais livres e regular o intestino, previne problemas cardiovasculares e dá energia.


Lenda do açaí

Segundo a lenda, havia uma aldeia indígena bastante populosa na Amazônia, mais especificamente na região onde hoje está localizada a cidade de Belém (PA). Devido ao grande número de pessoas, a oferta de alimentos era escassa e a cada dia se tornava mais difícil obter comida para todos.


7. Avatar: a Lenda de Korra

O nome já deixa bem claro o porquê de ser uma boa indicação para os fãs da história de Aang, não é mesmo? Avatar: a Lenda de Korra acompanha a história de Korra, uma jovem rebelde de 17 anos que acaba deixando essa vida de lado para se tornar uma Avatar.


6. O Príncipe Dragão

A Netflix realmente está interessada em “surfar na onda” de Avatar: a Lenda de Aang. A animação O Príncipe Dragão é um bom exemplo disso. A série, que tem o mesmo criador da história de Aang, é uma ótima opção para quem gosta do estilo “jovens amigos contra o mundo”.


5. Jake Long: O Dragão Ocidental

A história de Jake Long é outra que carrega semelhanças com a de Aang. O jovem de 13 anos precisa lidar com as responsabilidades e a pressão de cumprir o seu dever ancestral de se tornar o primeiro Dragão Americano, que tem a missão de proteger a população de Nova York contra as criaturas mágicas.


4. Kipo and the Age of Wonderbeasts

Produzida pela Dreamworks Animation, Kipo and the Age of Wonderbeasts segue Kipo, uma jovem que fica presa na superfície de uma Terra pós-apocalíptica, após viver em segurança no subsolo, e precisa encontrar o pai. O seriado é inspirado em uma webcomic escrita por Radford Sechrist e tem algumas semelhanças com a história de Aang.


3. Demon Slayer

Inovando um pouco no estilo, trazemos a opção do anime Demon Slayer. A animação é inspirada em um mangá homônimo e apresenta uma leitura mais sombria para o estilo de enredo de Avatar: a Lenda de Aang. O protagonista lembra o querido Aang, e os amigos escolhidos para ajudá-lo também se parecem com Katara e Sokka.


2. She-Ra e as Princesas do Poder

A animação é mais um resultado do trabalho conjunto entre Netflix e Dreamworks Animation. She-Ra e as Princesas do Poder tem um humor muito parecido com Avatar e traz a mesma mensagem de que “amigos também podem ser sua família”.


1. Voltron: o Defensor Lendário

Voltron: o Defensor Lendário é outra animação resultado da união entre a Netflix e a Dreamworks Animation. A série, que é um remake de um clássico dos anos 1980, conta a história de um grupo de adolescentes pilotos de uma frota de robôs espaciais que se combinam para formar um grande robô chamado Voltron.


Uma aventura dinâmica e nunca repetitiva

A jornada de Aang, um jovem Avatar em busca de dominar a habilidade de controlar os quatro elementos (fogo, terra, água e ar) para conseguir restaurar a paz em uma sociedade dividida e em guerra há 100 anos, é contada em um ritmo exemplar.


Representatividade e desenvolvimento de personagens

Todos os personagens que aparecem pelo caminho importam. Aang pode ser o protagonista, no sentido tradicional da palavra, mas Sokka, Katara, Toph, Zuko, Iroh, Azula e muitos outros têm arcos narrativos bem desenvolvidos, com seus próprios conflitos e desfechos.


Lições valiosas e temas abordados

Avatar: A Lenda de Aang é uma lição profunda de vida, disfarçada de “desenho infantil”. Ou melhor, o programa usa o recurso da animação para levar temas importantíssimos a uma gama ampla de espectadores, desde crianças até adultos (como fez recentemente Hora de Aventura e faz Steven Universo ).


O último episódio

Dito que todos os capítulos são criativos, únicos e trazem algo de novo à trama, o episódio final não poderia deixar a bola cair. E realmente não deixa.

image

Leave a Comment