A vegetaçao e a açao humana

image


Qual é a importância da vegetação para a vida das pessoas?

A vegetação desempenha funções importantes para o recinto urbano, pois segundo Mascaró e Mascaró (2002), ela ajuda no controle do clima e da poluição, contribui para a conservação da água, na redução da erosão e na economia da energia, além de promover a biodiversidade e o bem-estar dos habitantes.


Quais foram as vegetações mais devastadas pela ação humana?

A mata atlântica e o cerrado são as formações vegetais que mais foram alteradas. Essas formações vegetais encontram-se bastante devastadas. A devastação da mata atlântica e do cerrado A maior parte da mata atlântica não existe mais, pois foi muito devastada com a ocupação do território brasileiro.


Qual a maior vegetação do Brasil?

Floresta Amazônica: é a maior floresta tropical do mundo, além de apresentar a maior biodiversidade. Ela ocupa cerca de 42% do território nacional, estando presente na Região Norte e nos estados de Mato Grosso e Maranhão, além de outros países da América do Sul.


Qual o impacto do desmatamento para o meio ambiente?

Quais são os impactos do desmatamento?Modificação do clima mundial – É reduzida a capacidade da floresta de absorver o gás carbônico (CO2) poluidor. … Perda do ciclo hidrológico – O desmatamento reduz os serviços hidrológicos providenciados pelas árvores, que são fundamentais.More items…


Quais as formações vegetais que foram mais devastadas no Brasil?

A Amazônia e o Cerrado foram os biomas que mais sofreram perdas e maior parte da área devastada em todo o país foi convertida em áreas de pastagem.


Quais são os biomas que foram alterados pela ação humana?

Depois da Mata Atlântica, o Cerrado é o bioma brasileiro que mais sofreu alterações com a ocupação humana.


Qual é o tipo de vegetação predominante no Brasil?

Floresta AmazônicaA Floresta Amazônica é a principal vegetação do Brasil. A vegetação do Brasil é o conjunto de espécies de plantas que compõem a paisagem natural do país.


Qual é a segunda maior vegetação do Brasil?

o CerradoSegunda maior formação vegetal do Brasil, o Cerrado ocupa mais de 20% do território nacional, predominando na Região Centro-Oeste. Daí se estende de forma contínua para os estados das regiões Nordeste e Sudeste, atingindo uma pequena área da Região Sul e apresentando algumas manchas dispersas na Amazônia.


O que é vegetação nativa do Brasil?

A vegetação do Brasil compreende as várias manifestações de formações vegetais existentes no país e que surgem conforme o tipo de clima e de relevo. Divididos entre grupos florestal e campestre, os tipos de vegetação florestal ocupam cerca de 60% do território brasileiro, enquanto a área restante é campestre.


Quais são as principais consequências do desmatamento nas áreas florestais?

Consequências e impactos do desmatamento Uma vez que há a destruição das florestas, perde-se o habitat natural de muitas espécies, contribuindo para a morte de animais e até mesmo a extinção dos tipos endêmicos. Daí derivam problemas também para a cadeia alimentar e para os ecossistemas locais.


O que falar sobre o desmatamento?

O desmatamento é um dos mais graves problemas ambientais da atualidade, pois além de devastar as florestas e os recursos naturais, compromete o equilíbrio do planeta em seus diversos elementos, incluindo os ecossistemas, afetando gravemente também a economia e a sociedade.


Por que devemos evitar o desmatamento?

Além do aumento das emissões de gases poluentes à atmosfera que tem agravado o efeito estufa e o aquecimento global, o desmatamento também é considerado um dos fatores responsáveis pelas alterações no clima.


Agentes polinizadores

Outra adaptação ao ambiente terrestre está relacionada às sementes e sua dispersão. O vegetal mais evoluído é aquele que apresenta sua semente protegida pelo fruto. Sua disseminação ocorre, normalmente, através de agentes polinizadores, tais como, os insetos, pássaros e morcegos, entre outros.


Gimnospermas e angiospermas

Em suma, seguindo a evolução de plantas terrestres, temos as briófitas, sem vasos condutores de seiva, como é o caso dos musgos e das hepáticas, por exemplo. As pteridófitas foram primeiras a apresentarem vasos condutores de seiva. Entre elas, as mais comuns são as samambaias e avencas.


Espermatogênese

A espermatogênese é uma fase em que não há divisão celular e é responsável pela formação dos espermatozoides. Ela ocorre na parede dos túbulos seminíferos que compõem os testículos. Ao final do processo, os espermatozoides são liberados por esses túbulos.


Teste seus conhecimentos sobre o tema

1. (UFU 2007) Durante a ovulogênese na espécie humana, nem sempre se observa a fase de óvulo. Quando observado, este tipo celular será encontrado
a) no ovário de uma recém-nascida.
b) na tuba uterina.
c) no ovário após a segunda divisão meiótica.
d) na mucosa uterina.


Células Haploides e Diploides

As células haploides (n) possuem apenas um conjunto de cromossomos. Assim, nos animais, as células sexuais ou gametas são haploides. Essas células possuem metade do número de cromossomos da espécie.


Genes

Os genes são esses fragmentos sequenciais do DNA, responsáveis por codificar informações que irão determinar a produção de proteínas que atuarão no desenvolvimento das características de cada ser vivo.


Alelos e Alelos Múltiplos

Um alelo é cada uma das várias formas alternativas do mesmo gene que ocupa um locus no cromossomos e atuam na determinação do mesmo caráter. Os alelos múltiplos ocorrem quando os genes apresentam mais de duas formas alélicas.


Genes Dominantes e Recessivos

Quando um indivíduo heterozigótico possui um gene alelo dominante ele se expressa determinando uma certa característica. Os genes dominantes são representados por letras maiúsculas (AA, BB, VV) e expressos fenotipicamente em heterozigose.


Fenótipo e Genótipo

O genótipo é o conjunto das informações contidas nos genes, desse modo, irmãos gêmeos têm o mesmo genótipo pois possuem os mesmo genes. Ele representa a constituição genética do indivíduo.

image


OS Pré-Australopitecos

  • Essas primeiras espécies viveram logo após a separação do grupo que originou os hominídeos e os chimpanzés. Sua principal característica era o modo de vida arborícola. O registro fóssil remonta algumas das espécies desse período: Sahelantropus tchadensis: Fóssil encontrado no continente africano, pertencente a uma espécie de primata. Essa espécie j…

See more on todamateria.com.br


OS Australopitecos

  • Os primeiros hominídeos pertenciam ao gênero Australopithecus. Constituíram um grupo diversificado e bem sucedido. As principais características desse grupo eram: a postura ereta, a locomoção bípede, a dentição primitiva e a mandíbula mais semelhante a da espécie humana. Foram os primeiros hominídeos a dominar o fogo, o que permitiu sua expansão para outros terri…

See more on todamateria.com.br


O gênero Homo

  • A extinção da maioria dos australopitecos possibilitou o surgimento de uma nova linhagem. O gênero Homose destaca pelo desenvolvimento do sistema nervoso e da inteligência. Além disso, apresentava adaptações evolutivas, como o bipedalismo. Homo habilis: Atualmente, com o estudo dos fósseis, o mais aceito é considerá-lo como australopiteco, sendo Australopithecus h…

See more on todamateria.com.br


O Homem Moderno

  • O Homo sapiens sapiens é a denominação científica do homem moderno, sendo uma subespécie do Homo sapiens. A principal característica do homem moderno, comparado aos seus ancestrais, é o cérebro bem desenvolvido. Além disso, observa-se a capacidade de raciocínio, comunicação e inteligência pelo desenvolvimento do sistema nervoso. Confira a classificação d…

See more on todamateria.com.br

Leave a Comment