Como acabar com a gravidez

image

Como fazer uma gravidez fácil?

Busque levar uma vida saudável e sem vícios. Além de todos esses métodos que a mulher pode utilizar para ficar grávida, é necessário que por mais que ela se empenhe em fazê-los e repetí-los, de nada adiantará se os espermatozóides do seu cônjuge não são abundantes e de boa qualidade. Portanto, a fecundação não é coisa só de mulheres.

O que você precisa saber sobre a gravidez?

A gravidez é algo muito pessoal e você não tem obrigação nenhuma de contar essa novidade para alguém antes de se sentir pronta. Talvez você queira esperar o primeiro trimestre passar para contar às pessoas ou pode não querer que seus parentes intrometidos ou colegas de trabalho fofoqueiros fiquem sabendo da gravidez.

Por que não é fácil ficar grávida?

Portanto, a fecundação não é coisa só de mulheres. O estresse, o cansaço e a tensão também podem alterar a produção de espermatozóides. Tanto o homem como a mulher que desejam uma gravidez saudável, devem cuidar da saúde. Se depois de um ano de tentativa, não conseguir engravidar, o próximo passo é consultar um especialista.

Quais são os sintomas da gravidez?

O sintoma mais frequente é a ausência de menstruação. O aumento de volume das mamas e tensão mamária também podem indicar uma gravidez. A confirmação das suspeitas deve ser feita através de um teste de gravidez, nos primeiros dias após a ausência de menstruação.

image


1. “Tenho de comer por dois”

Nunca é demais lembrar: o facto de estar grávida não significa que coma a dobrar, muito pelo contrário. O excesso de peso favorece o aparecimento de diabetes gestacional que, por sua vez, promove o risco de hipertensão ou uma maior taxa de parto por cesariana (pela probabilidade de o bebé nascer com um peso acima da média).


2. “Estou com azia, por isso, o meu bebé vai ser cabeludo”

Não existe qualquer relação entre a azia e a quantidade de cabelo que bebé vai ter. A azia que, por vezes, muitas mulheres sentem quando estão grávidas está associada às alterações dos níveis hormonais que podem afetar os músculos do trato gastrointestinal e a tolerância a determinados alimentos.


3. “Não posso ter relações sexuais durante a gravidez”

A gravidez e as relações sexuais não são incompatíveis e não representam um risco físico para a mãe ou para o bebé. No entanto, se se tratar de uma gravidez considerada de risco, a gestante deve aconselhar-se junto do seu médico assistente.


4. “A melhor altura para a grávida viajar de avião é no início da gestação”

De acordo com a American College of Obstetrics and Ginecology, o período mais indicado para viajar grávida é o segundo trimestre, altura em que o risco de aborto espontâneo ou de parto prematuro são menores.


5. “Pintar o cabelo faz mal ao bebé”

A ciência defende que apenas uma quantidade ínfima de substâncias tóxicas proveniente dos produtos para coloração do cabelo é absorvida pela pele e, como tal, não constitui uma ameaça para a saúde do bebé.


6. “Se a minha barriga for redonda, vou ter um rapaz”

Um dos maiores mitos da gravidez está relacionado com o formato da barriga da grávida e o sexo do bebé. Não há qualquer evidência científica que permita relacionar a forma da barriga da grávida com o sexo do bebé.


7. “Andar muito a pé no final da gravidez ajuda a induzir o trabalho de parto”

Não existem dados científicos que comprovem esta teoria. Comer alimentos picantes ou ter relações sexuais também não ajudam a “chamar” o trabalho de parto. A grávida deve sempre aconselhar-se previamente com o seu médico assistente se estiver tentada a pôr à prova estas teorias. Entretanto, deve ter paciência e tentar relaxar.


Quando é que o meu bebé vai nascer?

Se não houver qualquer problema que antecipe o parto, a criança nasce normalmente por volta da quadragésima (40.ª) semana de gestação (é este o número de semanas contabilizado para estabelecer a data provável do parto) ou 9 meses após a fecundação.


A quantas consultas devo ir?

Geralmente, numa gravidez normal o mínimo são seis consultas. A primeira deve ser antes das 12 semanas (idealmente pelas 8 semanas). Após a avaliação o seu médico decidirá se é necessário aumentar a frequência das consultas.


Como fazer a contagem dos movimentos fetais?

Os movimentos do bebé são um excelente indicador do seu estado de saúde. Os movimentos fetais começam a ser percetíveis no 2ºtrimestre da gravidez (geralmente entre as 18-21 semanas). Cada bebé tem o seu padrão de movimento e as mães têm a habilidade de saber analisá-lo melhor do que ninguém.


Como me devo alimentar?

É essencial ter uma alimentação correta. Deve ser diversificada e com qualidade, não sendo necessário, nem aconselhável, um aumento da quantidade de alimentos.


Qual é a roupa mais adequada para usar?

A roupa deve ser prática, confortável, de preferência de fibras naturais (algodão e linho), bem como adequada ao aumento do volume do abdómen. Para além disso:


Posso fazer exercício físico?

Sim, desde que seja de uma forma moderada e a sua gravidez não tenha complicações, tais como doenças ou outras situações de risco. Não ultrapasse os 45 minutos de exercício e reduza o esforço à medida que a gravidez avança. Se possível aconselhe-se com um profissional de saúde ou do desporto. Em princípio a caminhada é de recomendação universal.


Quanto tempo dura o internamento?

O internamento oscila entre 48 e 72 horas. O período de internamento varia tendo em conta os cuidados que sejam necessários ter com a mãe e/ou com o bebé.


Porque o inchacho abdominal é um primera sintoma de gravidez?

O aumento do fluxo sanguíneo e a adaptação ao crescimento uterino são os maiores causadores deste inchaço abdominal, que pode ser confundido com uma cólica menstrual de fraca a média intensidade. Além disso, a mulher pode ainda ter uma pequena perda de sangue, semelhante à menstruação, mas em menor quantidade.


Como é o acne na gravidez?

As alterações hormonais podem levar ao surgimento ou piora de cravos e espinhas, chamados cientificamente de acne, e, por isso, após o primeiro mês de gravidez, a mulher pode notar um aumento da oleosidade da pele, que pode ser controlada com o uso de produtos de limpeza de pele e de higiene pessoal adequados.


Primeiro trimestre da gravidez (4ª-13ª semana)

O 1º trimestre da gravidez é o período mais crítico para o desenvolvimento do embrião podendo ocorrer mal-formações genéticas ou outras complicações. O risco de aborto espontâneo é superior durante este período. Por este motivo, muitos pais preferem ultrapassar esta fase antes de dar a notícia da gravidez a familiares e amigos.


Quando começar a pensar e a tomar decisões sobre o parto?

Por volta das 24 semanas ( 6º mês da gravidez) terá mais uma consulta de vigilância da gravidez. Este será o momento ideal para conversar com o seu médico sobre as suas expectativas quanto ao parto.


Dicas de como planejar as suas tentativas para engravidar de acordo com o seu período fértil

Nem sempre uma gravidez é fácil. Muitas mulheres, por mais que se empenhem em ficar grávida não conseguem. Algumas chegam a se desesperar enquanto outras recorrem aos tratamentos de fertilidade ou experimentam alguns métodos e remédios caseiros.


Conselhos para conseguir a gravidez

Comecemos com os remédios e truques naturais, os que recorriam nossas avós. É lógico que não se pode comparar a facilidade que elas tinham para ficarem grávidas, comparadas com as mulheres da vida moderna.


A fertilidade também é coisa do homem

Além de todos esses métodos que a mulher pode utilizar para ficar grávida, é necessário que por mais que ela se empenhe em fazê-los e repetí-los, de nada adiantará se os espermatozóides do seu cônjuge não são abundantes e de boa qualidade. Portanto, a fecundação não é coisa só de mulheres.

image

Leave a Comment